Codevasf investe mais R$ 1,1 milhão em inclusão produtiva

A entrega dos materiais para as comunidades e associações de produtores começaram em novembro e deverão estar concluídas até o final de dezembro, beneficiando 436 famílias. Os recursos aplicados nas ações são do Plano Brasil sem Miséria e de emendas parlamentares.

A Associação dos Apicultores de São Francisco e Região (APIASF) é uma das que recebeu equipamentos e materiais apícolas destinados ao incremento da produção do mel em comunidades rurais do município de São Francisco (MG). O investimento foi de cerca de R$ 460,5 mil.

Segundo o presidente da associação, Juarez Batista Cordeiro, a comunidade recebeu colmeias, centrífugas, decantadores, mesas desoperculadoras, vestimenta apícola, fumigadores, beneficiando 85 famílias. “Com esse material, a expectativa é dobrar a produção de mel. O mel produzido vai primeiramente para escolas da região e o restante vendemos para São Paulo e Belo Horizonte”, disse. Outros dois municípios mineiros também receberam equipamentos e materiais apícolas, Januária e Guaraciama. Foram beneficiadas 80 famílias e investidos R$ 475, 7 mil. Os recursos são do eixo de inclusão produtiva do Plano Brasil sem Miséria.

Comunidades dos municípios Serranópolis de Minas, Jaíba, Montes Claros e Janaúba receberam kits de irrigação que beneficiaram 192 famílias. O investimento foi de aproximadamente R$ 91 mil. A implantação dos kits de irrigação pela Codevasf é uma ação conjunta dos programas Água Para Todos (2ª Água) e Desenvolvimento Regional, Territorial Sustentável e Economia Solidária (Inclusão Produtiva), ambos vinculados ao Plano Brasil Sem Miséria. Os recursos são provenientes da Secretaria de Desenvolvimento Regional do Ministério da Integração Nacional.

Também foram doados materiais de corte e costura para atender à Associação Feminina Unidas Venceremos do Bairro São Lucas (AFUVBLS), localizada no município de Janaúba, com investimento no valor de R$ 2,1 mil e patrulha mecanizada para a Associação dos Moradores e Pequenos produtores Rurais da Taboca, localizado no município de João Pinheiro, um investimento de R$ 90 mil.

Melhorias no acesso à água

Comunidades do semiárido mineiro também estão recebendo equipamentos que irão facilitar seu acesso à água, uma ação executada pela Codevasf com recursos oriundos de emendas parlamentares.

A Associação Comunitária de Bom Jardim recebeu um reservatório de cinco mil litros (caixa d’água) e tubos de PVC que vão beneficiar cerca de 25 famílias de produtores da zona rural da Comunidade de Bom Jardim, município de São João da Ponte (MG). O presidente da associação, Ricardo Santos Cardoso, explica que a região não tinha abastecimento de água e a população precisava andar 1,5 km para conseguir água. “Isso vai mudar completamente a realidade da população”, enfatizou. O valor investido foi de R$ 3,8 mil.

Quatro municípios mineiros, Matias Cardoso, Coração de Jesus, Icaraí de Minas e Ubaí tiveram comunidades rurais beneficiadas com a doação de materiais e equipamentos destinados a viabilizar o abastecimento de água como tubos de PVC e reservatórios metálicos. Ao todo, o investimento foi de R$ 63,9 mil, beneficiando 76 famílias.

Para a comunidade rural de Buriti Grande, em Brasília de Minas (MG), foram destinados cerca de R$ 20,2 mil para a perfuração de poço tubular e doação de materiais destinados ao abastecimento de água, beneficiando 20 famílias.

Na comunidade Jacaré Grande, no município de Janaúba, foi perfurado um poço tubular. Também foram doados materiais e equipamentos destinados ao abastecimento de água. O investimento foi de aproximadamente R$ 21 mil, beneficiando 15 famílias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Time limit is exhausted. Please reload the CAPTCHA.